Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Ter Ago 24, 2010 11:29 pm

Os dias passavam, um atrás do outro, sem que as coisas mudassem, Fôret-du-Nord era um lugar de pouca importância. Com Reginald lutando nas Cruzadas, e João Sem Terra preocupado com a Normandia, a Bretanha vivia relativa paz. A rotina de Eleonor envolvia a administração diária de Manoir du Feuilles e o cuidado com Bertrand, com sessões de estudo quando possível - e desde que Reginald partira, pouco tempo livre lhe sobrava.

Dois anos... Não, três agora! Fazia três anos que Seigneur Reginald e muitos milhares de outros seguiram para o Leste, em direção à Terra Santa. Notícias poucas lhe chegavam, ora estavam marchando por aqui, ora velejando por alí, até que as esparsas cartas de seu marido pararam de chegar. Mil coisas passaram por sua cabeça, e começou a receber correspondência do Bispo e de Guy de Thouars, regente da pequena Alix, Duchesse da Bretanha.

Quase um ano depois recebeu mais uma carta, não de seu marido, mas de seu companheiro Ansegar. Reginald vivia, ela dizia, mas estava gravemente ferido. Pedia desculpas à esposa, e que rezasse a Deus, não por sua melhora, mas pela salvação de sua alma pecadora, que participara do cerco à Constantinopla... Constantinopla! Não fazia sentido algum, mas foi a única notícia de seu marido que recebeu, até receber esta manhã a notícia da chegada do homem que se apresentou como Agathon...

"Apenas Agathon," o homem dhavia dito aos guardas, e insistia que a senhora da casa deveria vê-lo, pois trazia notícias de seu marido Reginald; notícias de Constantinopla. Reffeuil, capitão da guarda que restara em Fôret-du-Nord, aguardava as ordens de Eleanor.


Última edição por Yan em Sex Set 17, 2010 12:16 pm, editado 2 vez(es)
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qua Ago 25, 2010 5:15 am

Eleanor não responde imediatamente. Franze a testa, estranhando o nome grego. Agathon? Seria o homem Bizantino?

"Pois que entre, Reffeuil. Qualquer notícia do Senhor Reginald será bem-vinda à esta altura. Mas cuida! Se for um desses rufiães que pedem dinheiro em troca de novas não ficará muito tempo por aqui!"

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qui Ago 26, 2010 12:48 am

Reffeuil inclina a cabeça ante a ordem e se retira. Uma criada prossegue em sua tarefa de completar as lamparinas e trocas as velas, e Eleanor espera.

Não muito tempo depois o capitão finalmente retorna, carregando um pesado saco no ombro esquerdo, seguido de um homem em farrapos, a cabeça coberta com um manto, seus braços e mãos cobertos de palavras, como se lhe tivessem tatuado um livro ou um conto. Reffeuil deposita o saco no chão, perto de Eleanor, e dá um passo para trás.

Agathon se curva e descobre a cabeça, revelando um rosto agradável e bem envelhecido, o dobro da idade de Eleanor talvez, sob cabelos finos e um tanto quanto ralos na parte de cima, loiros e brancos misturados.

Ele sorri e diz, em bretão puro e claro, "saudações, Baronne Fôret-du-Nord. Sou Agathon, um andarilho peripatético, e tive o privilégio de conhecer seu marido, embora as circunstâncias ainda pesem em meus ombros, de saber que a bárbarie humana chegou a tal ponto de Constantinopla, jóia do mundo civilizado, tombar diante de espadas Cristãs."
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qui Ago 26, 2010 5:53 am

"Saudações, peregrino, que Deus esteja convosco", a Baronesa faz um gesto para que tragam vinho para o convidado e um bocado de pão e queijo.

"Que podeis dizer-me sobre meu senhor Reginald?"

Ela sente algo como um golpe de espada no estômago na antecipação da resposta de seu convidado. Se Reginald tinha sobrevivido ao saque de Constantinopla, onde estaria ele?

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qua Set 01, 2010 9:40 pm

"Que Ele esteja com todos nós, senhora," o homem diz, fazendo o sinal da cruz. Ele observa por uns segundos os servos que prontamente obedecem a baronesa, mas seus olhos vão ao chão quando ela lhe pergunta sobre Reginald. "O que posso lhe dizer é que foi um homem bom como poucos outros, e que sinto-me agraciado por ter podido conhecê-lo."

Reffeuil franze a testa e sua mão vai à sua espada, inconscientemente. Agathon o observa com o canto do olho e prossegue. "Seu Senhor Marido, Reginald o Improvável, descansa agora ao lado de Nosso Senhor Jesus Cristo. Nada posso lhe dizer sobre as circunstâncias de sua morte, pois o mesmo me fez prometer que nunca as mencionaria, mas posso dizer que se foi como um verdadeiro servo de Deus."
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qua Set 01, 2010 9:55 pm

Eleanor sente como se tivesse perdido o chão por alguns instantes. Entre a dor e o conforto pela confirmação daquilo que já sabia em seu íntimo, ela consegue perguntar: "Então estáveis com ele no momento derradeiro? Onde meu senhor foi enterrado? Dizei-me ao menos isto, ó peregrino! Tende piedade de uma viúva!"

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qua Set 01, 2010 10:45 pm

Agathon parece tão desolado quanto a baronesa, fitando-a com um olhar triste. "Ele segurava minha mão," ele mostra a mão direita,"quando o Senhor levou sua Alma, e ele foi enterrado no monastério de São João Studios..."

Permitindo à viúva alguns momentos, ele então diz, "e lhe fiz outra promessa, minha Senhora, que lhe traria estes livros, que a senhora os manteria e protegeria como o mais imponente tesouro que ja existiu."
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qui Set 02, 2010 8:17 am

Eleanor faz um gesto para que recolham os tais livros enquanto enxuga as lágrimas. E ainda assim em meio à dor, pensava: e se o peregrino for um impostor? O que seriam tais livros? O que teria a ganhar inventando tal história? Ah, não, mas os olhos dele pareciam sinceros e a própria dama já sentia que Reginald estava morto.

"Vos imploro que fiqueis algum tempo conosco, Agathon. As notícias que trazes são dolorosas, mas ainda assim dão conforto. Melhor é o fim da angústia que uma eterna espera. Ficas?"

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qui Set 02, 2010 11:23 am

Reffeuil move-se até o saco que depositara no chão e vai pegá-lo quando Agathon o interrompe. "Minha Senhora, estes livros são delicados e antigos, o Senhor Reginald me garantiu que os trataria com o devido respeito e admiração..."

Ao ver a dúvida em seus olhos ele diz, "lhe garanto que não sou um impostor, e se quiseres que fique, certamente acolherei teu pedido, mas tenho um pedido de minha parte também, se me permitir."
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qui Set 02, 2010 11:45 am

Ela levanta uma sobrancelha. Poderia o homem ser perspicaz a ponto de sentir sua desconfiança mesmo camuflada debaixo de dor genuína? Era um feito que poucos seriam capazes, o que inspirava tanto mais cuidado, portanto.

"Reffeuil, sê delicado. Dispõe os livros no scriptorium, fala com Bernard, ele há de organizar tudo. Quanto a vós, peregrino, pedi o que quiserdes que ouvirei e considerarei."

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Sex Set 03, 2010 11:09 am

Reffeuil olha feio para o estranho tatuado, mas nada diz. Novamente pega o saco, desta vez com mais cuidado, e leva-o para o scriptorium. Agathon observa por um momento, e então vira-se novamente a Eleanor. "Creio que há em suas terras, minha Senhora, duas ilhas gêmeas que as donzelas ansiosas por um casamento procuram encontrar, ou aquelas que querem saber quanto tempo livre ainda terão. Embora sejam pouco habitadas, até mesmo por seu limitado tamanho, há um estudioso de minha ordem que lá se estabeleceu. Creio que não deves ter ouvido sobre isto ainda, pois os meus preferem o anonimato, via de regra. Mas acredito que seria bastante benéfico, tanto para ti quanto para os meus, que lho permitisse a estadia formalmente," ele pausa, aparentemente observando as reações da baronesa. Os dois guardas restantes parecem estupefatos pelo pedido, mas o peregrino permanece impassivo.
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Sex Set 03, 2010 11:34 am

Código:
Agora tem uma dúvida minha: exatamente quanto os mundanos sabem a respeito da Ordem de Hermes? Como se relacionam com ela? Qual a posição da Igreja e das nobrezas? E do homem comum?

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qua Set 08, 2010 7:38 pm

Código:
Geralmente não sabem nem que existe. Quando sabem que existe, acham que é alguma ordem de estudiosos, mas não entendem. Claro que alguns sabem o que está acontecendo, mas em geral estes são Companions :) O tribunal da Normandia é talvez onde as relações com os mundanos são mais... claras.
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Sab Set 11, 2010 6:55 am

"Decerto podemos debater a matéria nos próximos dias. Por ora, desfrutai minha hospitalidade e contai-me mais sobre como conhecestes meu marido..."

Código:
Eventualmente Eleonor vai dar sua permissão, mas vai querer dar uma boa "medida" em Agathon e extrair o quanto puder de informação dele.

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Seg Set 13, 2010 11:29 pm

Os dias se transformam em semanas, e as semanas em meses - mas os sentimentos de tortura e angústia eram substituidos por esperança e curiosidade. Eleanor raídamente percebeu que Agathon era um mistério muito mais profundo do que poderia ter imaginado, e suas memórias com Reginald, ainda que de um tempo curto, muito fizeram para aplacar a falta que sentia dele.

Eventualmente, após três meses e três dias, Agaton partiu, mas prometeu manter contato.

Eleanor recebeu uma carta escrita em Paris, na qual ele contava sobre as maravilhas da universidade. Outra escrita em Nápoles, contando sobre as maravilhas da Itália, e outra ainda do Egito, e de coisas maravilhosas e estranhas que lá podiam ser encontradas.

A última carta que recebeu, escrita em Palermo, chegou no verão de 1207, e desde então, silêncio.
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Ter Set 14, 2010 8:18 am

Eleanor passa alguns meses em ansiedade e começa a considerar visitar a Ilha das Moças...

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Qui Set 16, 2010 12:57 pm

Código:
Pretende visitar a ilha após quanto tempo de espera?
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Qui Set 16, 2010 1:42 pm

Pouco antes de chegar o primeiro Mago, para ver Desiderius.

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Sex Set 17, 2010 12:33 am

Código:
Então... Verão de 1208? Quer fazer a cena?
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Dbohr em Sex Set 17, 2010 5:37 am

Sim, bora tocar a cena!

_________________
Leia meu blog: "O Telhado de Vidro" - Ciência, Crítica e Humor!

Dúvidas sobre o PbF da Celestia? Clique aqui e consulte o computador-biblioteca!
avatar
Dbohr
Comandante
Comandante

Mensagens : 1418
Data de inscrição : 29/09/2009
Idade : 42
Localização : Rio de Janeiro

Ver perfil do usuário http://otelhado.wordpress.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Yan em Sex Set 17, 2010 12:32 pm

Dbohr escreveu:
Código:
Agora tem uma dúvida minha: exatamente quanto os mundanos sabem a respeito da Ordem de Hermes? Como se relacionam com ela? Qual a posição da Igreja e das nobrezas? E do homem comum?

Código:
Faltou dizer que o alto círculo da Igreja, até sabe da Ordem, mas ambas as instituições preferem não se intrometer demais uma com a outra.

Na Normandia, como disse, o relacionamento com os mundanos (nobres mais do que outros) é bastante diferente do resto da Ordem, e muito mais explicita. Veja Montverte, o covenant suserano de Gevell D'Plac'h por exemplo.
avatar
Yan
Tenente
Tenente

Mensagens : 371
Data de inscrição : 27/07/2010
Idade : 33
Localização : São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Verão 1205 - Eleanor: Prólogo

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum