Sessão 17: Birthright

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Brenno em Ter Fev 17, 2009 11:19 am

Eu como grande fã de Planescape (é meu cenário preferido) diria que ele perderia muito se as regras do Birthright fossem transplantadas (não que seja impossível, mas quebra vários princípios da proposta) e concordo com o Marcelo que os demais cenários fora dos padrões medievais não ficam adequados .

Os mundos de fantasia mais tradicionais e parecidos com a terra por outro lado (acho que Dragonlance também poderia ser jogado), são excelentes opções, pois sempre há grandes guerras e conflitos globais.
avatar
Brenno
Tenente
Tenente

Mensagens : 284
Data de inscrição : 21/01/2009
Idade : 41
Localização : Salvador (BA)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Ter Fev 17, 2009 12:24 pm

Brenno escreveu:Os mundos de fantasia mais tradicionais e parecidos com a terra por outro lado (acho que Dragonlance também poderia ser jogado), são excelentes opções, pois sempre há grandes guerras e conflitos globais.
Pensando bem, acho que Darksun -- e talvez Ravenloft -- serve para um tipo muito especial de campanha de Birthright: em Athas, cada jogador faria o papel de um dos reis-feiticeiros. Isso requeriria um enorme (praticamente completo) conhecimento do cenário, caixa básica e suplementos, por parte do DM e dos jogadores, mas antevejo um resultado fenomenal.

O mesmo vale para Ravenloft: cada jogador seria um Darklord. Mas Planescape não serviria; é muito diferente, e vasto demais. Deixaria de ser Planescape.

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Arquimago em Ter Fev 17, 2009 3:12 pm

Gostei do podcast, como bem lembrado pelo Kaijin(ou vi o episodo lembrando que precisa postar o nome da empresa, mas já fizeram isso...) A editora nacional é a Conclave, que por hora aprece mais interessa no mercado gringo de PDf's que o nacional.

Outra coisa legal que eles lançaram foi um sistema para ataques localizados, e um outro nos Cronicas para intriga, socieade, poder entre nobres e organizações, para quem quer jogar governar reinos e com intriga(ou em batalhas como já dito no podcast) o livro tem regras muito boas, vale a pena!

Gostei das dicas e o cenário pareceu muito interessate, eu adoraria jogar mesmo.

Acho qu o jogo antigo que vocês querem lembrar se chama Lords Of The RealmII (tem sua versão mágica, acho que é Lords of Magic). Bom, antigo, mas é vale apena para questão de administrar, combate de tropas, e em manter o povo feliz.

Marcelo a seria do você falou não seria o Battlefild? É que tenho ele mas ele se foca nas grandes batalhas da segunda guerra, e está saindo pelo Abril coleções, nas Aventuras na História. Estou confundindo? Ou seriam duas series uma das batalhas antigas e um outra moderna?

Gostei do formato, o audio está bom, só em um trecho ficou ruim, não sei o porque, e no alto falante do celular também ficou ruim, nos fones estáva perfeito.

_________________
Rubens O Grande Arquimago!!!
avatar
Arquimago
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 767
Data de inscrição : 02/02/2009
Idade : 29
Localização : Jaú - São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Ter Fev 17, 2009 5:13 pm

Arquimago escreveu:Marcelo a seria do você falou não seria o Battlefild? É que tenho ele mas ele se foca nas grandes batalhas da segunda guerra, e está saindo pelo Abril coleções, nas Aventuras na História. Estou confundindo? Ou seriam duas series uma das batalhas antigas e um outra moderna?
O nome original da série Campos de Batalha é "Battlefield Detectives". Dessa série que está saindo em bancas eu nada sei.
Gostei do formato, o audio está bom, só em um trecho ficou ruim, não sei o porque, e no alto falante do celular também ficou ruim, nos fones estáva perfeito.
Depois de muuuuuito tempo um ruído de fundo fez seu retorno. É como o som de uma corrente elétrica, e não sabemos identificar o que é. Já trocamos de computador, de local e de conectores, e fazia tempo que não voltada. No último episódio, voltou.

Eu passo um filtro de ruído bem específico, mas se eu passar demais tira muita qualidade do arquivo. O resultado é essa pequena perda de qualidade em alguns momentos.

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por inominavel em Ter Fev 17, 2009 5:23 pm

Muito bom episodio, conheço pouco de desse cenário, pois eu ainda não o joguei, porém o pouco que conheço devido a pesquisa de estudo que tive que fazer sobre cenários de D&D, gostei muito da descrição dele e do que o jogo oferecia, muito bom mesmo, a sessão ficou boa e não perdeu a qualidade com o arquivo ficando menor, ouvi muito bem no meu MP3 player.
avatar
inominavel
Suboficial
Suboficial

Mensagens : 54
Data de inscrição : 11/02/2009
Idade : 33
Localização : Zona Brasileira de Contágio

Ver perfil do usuário http://www.zbcast.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por nerdcore em Ter Fev 17, 2009 5:55 pm

cimmerian escreveu:
Brenno escreveu:Os mundos de fantasia mais tradicionais e parecidos com a terra por outro lado (acho que Dragonlance também poderia ser jogado), são excelentes opções, pois sempre há grandes guerras e conflitos globais.
Pensando bem, acho que Darksun -- e talvez Ravenloft -- serve para um tipo muito especial de campanha de Birthright: em Athas, cada jogador faria o papel de um dos reis-feiticeiros. Isso requeriria um enorme (praticamente completo) conhecimento do cenário, caixa básica e suplementos, por parte do DM e dos jogadores, mas antevejo um resultado fenomenal.

O mesmo vale para Ravenloft: cada jogador seria um Darklord. Mas Planescape não serviria; é muito diferente, e vasto demais. Deixaria de ser Planescape.

Isso seria bem legal!
Curti a ideia, ta ai uma boa ideia para um sisteminha homebrew!

_________________
Visitem:
http://nerdcore-dnd.blogspot.com/
www.whennerdsgobad.com.br
avatar
nerdcore
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 552
Data de inscrição : 06/02/2009

Ver perfil do usuário http://nerdcore-dnd.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Arquimago em Ter Fev 17, 2009 9:52 pm

Aproveitando o tópico, e as ideias do Netão de campanhas mais densas e a historia do casamento com a infante.
E do Rodolfo sobre pesquisa "historica", os temas de cultura, socieade e afins poderaim ser muito bem trabalhados em uma mesa desse jogo, ou mesmo usando só as regras, para jogos bem reais, no mundo real(o que acho desnecessario, já que o foco será o modo de vida, e não as personalidades e fatos historicos).

Bem foco... Very Happy

A questão é, seria bom, interessante tratar a vida REAL desses povos, fazer o choque(não como no seriado Roma, mas sem esconder as cosias mais pesadas) entre o antigo e o atual?
O jogo poderia fazer isso?

Por exemplo Netão ficou indiginado, mas o personagem dele provavelmente consumou o ato sim, afinal os idosos já eram bem velhos com seus 50, 60 anos. Hoje que 80 e 90 é bem velho.
A nobresa vivia mais, porem a nobresa mais do marcelo, a do netão tinham MUITAS chances de ir para cova antes(suposições).

O que todos os ouvintes acham? Gostaria de varias opniões.

E só mais um questão, acho que daria, mas os jogadores teriam que ser mais maduros, o que acha? Concordam?

Quem gostaria de jogar com esses elementos também aparecendo de forma relevantes? Você sabe que é "errado" mas seu Pj ve aqui como algo normal.

Como no caso da morte de um soldado, para o rei é só $$$ indo embroa, mas para o resto pode não ser. Já imaginou se o soldado vira um problema porque ele era muito querido na aldeia de que veio? O rei vai ter que acalmar os animos...(bem, idea de um plot).

Acho que é isso, estou com a impressão de ter mais cosia mas como não lembro e está tarde, fico só com essas.

Boa noite!

_________________
Rubens O Grande Arquimago!!!
avatar
Arquimago
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 767
Data de inscrição : 02/02/2009
Idade : 29
Localização : Jaú - São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Allian em Ter Fev 17, 2009 10:37 pm

@Arquimago: acredito que não só para jogar BF, mais para tambem para adicionar os pontos que o arquimago comentou, o ponto principal é a maturidade dos players que tem que ser bem elevada. paciencia e trabalho em conjunto (no sentido de ajudar o mestre a organizar e o fluir do jogo) tambem são fundamentais!

sobre as questões de como certos eventos são encarados, acredito que é principalmente dependente da cultura que se esta interpretando. no caso por exemplo da perda de um soldado para o reino do netão, provavelmente seria encarado como uma morte honrosa e digna de um verdadeiro guerreiro. ja no reino do marcelo possivelmente seria visto como uma triste fatalidade do tipo de vida que existe em uma terra com inimigos assim. um reino autocrata já encararia isso como uma chateação e desperdício de recursos.
avatar
Allian
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 868
Data de inscrição : 20/01/2009
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Ter Fev 17, 2009 11:05 pm

Arquimago escreveu:Por exemplo Netão ficou indiginado, mas o personagem dele provavelmente consumou o ato sim, afinal os idosos já eram bem velhos com seus 50, 60 anos. Hoje que 80 e 90 é bem velho.
Então,

Eu não gosto do termo fantasia "medieval", mesmo se às vezes o uso. No caso dos cenários do AD&D/D&D, eles são apenas minimamente inspirados na era medieval européia. No D&D, por exemplo, a expectativa de vida é de aproximadamente noventa anos -- e isso para heróis, que têm a ocupação mais mortífera do universo.

Além disso, a expectativa de vida de uma população não define suas fases de maturação. Um garoto de 12 anos ainda é um garoto, viva seu povo até os 55 ou até os 90. Se assim não fosse, quando começaria a idade adulta na China do século 17, cuja população tinha uma expectativa de vida de 34 anos? E um adulto de 32 na China setecentista não era um velho decrépito, de cabelos brancos e costas arqueadas e pele maracujá de gaveta. A baixa expectativa de vida de sociedades antigas, pré-industriais ou isoladas se deve a doenças e acidentes (ou melhor, falta de qualidade no tratamento de acidentes e doenças) que por velhice. É só há poucas décadas, em nossa Terra, que as pessoas vêm morrendo mais de velhice do que de adversidades. (Nas sociedades contemporâneas está acontecendo um efeito sem precedentes e que não deve ser comparado a outros tempos: a expectativa de vida dos países industrializados nunca esteve tão alta, o início da adolescência nunca se deu tão cedo, e seu fim, tão tarde.)

Portanto, se na cultura do personagem do Neto a fase adulta começa aos 15 anos, sua noiva de 12 anos é sim uma criança, de corpo e mentalidade. Daí, se eles são pedófilos ou não, é por conta dele...

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por ferxnomath em Qua Fev 18, 2009 12:27 am

Postei nos comments do podcast mas tardiamente cheguei a conclusão que aqui no fórum seria mais adeqiado

Podcast singular, gostei muito. Caso fosse mestrar uma campanha dessa o meu grupo de 5 jogadores provavelmente seriam de 5 regentes distintos, uma campanha dessas consegue se desenrolar com facilidade ou seria necessário reduzir o número de regentes? Talvez tendo que atribuir cargo de conselheiros a alguns ao invés de um reino?

E Rodolfo, onde você pegou sua versão do Birthright?
avatar
ferxnomath
Recruta
Recruta

Mensagens : 17
Data de inscrição : 04/02/2009
Idade : 33

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Ian R em Qua Fev 18, 2009 5:48 am

Tem horas que o volume fica baixo, quase não dando para escutar.
Estou baixando para ver se no down isso melhora

Ian R
Subtenente
Subtenente

Mensagens : 150
Data de inscrição : 15/02/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Qua Fev 18, 2009 6:58 am

Ian R escreveu:Tem horas que o volume fica baixo, quase não dando para escutar.
Estou baixando para ver se no down isso melhora
Acho que desta vez o Rodolfo falou particularmente longe do microfone. Se eu aumentasse mais ainda o volume das falas dele, iria perder qualidade e ficar como os primeiros podcasts. Mas já compramos um microfone novo para testar.

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Allian em Qua Fev 18, 2009 11:22 am

tem certeza que não é algo no seu pc? teve um ponto só que alguem se afastou do microfone, mais fora isso o audio tava em um volume bom.
avatar
Allian
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 868
Data de inscrição : 20/01/2009
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Arquimago em Qua Fev 18, 2009 3:32 pm

Sim marcelo eu sei, acho que me expressei mal.

E realmente acho que pensei errado sobre os doze anos, mas ainda assim a ideade de ter filhos seria muito inferior.

Fazendo um paralelo com os dias de hoje, é só pegar o exemplo das favelas onde ter filho é sinonimo de maturidade, e que varias meninas, em idade tenra já são mães. Adimito que calculei mal, mas estando aptos para terem filhos(ou seja maturidade(ou seria melhor possibilidade) sexual biologica) ambos os sexos já seriam alvos de casamentos para gerar herdeiros. Pois só muitas anos(eu diria até um ou dois seculos depois que as crianças deixaram de ser vistas como "adultos em miniatura", tanto é que nem amamentados pelas mães eram, no caso da nobreza).

Eu sei que na fantasia "medieval" esse termo fica bem afastado da realidade. Mas meu comentario foi justamente pensando em tornar ele mais presente. Por isso que falei até de usar só o sistema, o conceito e não todo o cenário. Apesar de usar só a cultura já bastar.

E respondendo ao ferxnomath, eu acredito que depende do foco do jogo, se a historia envolver muita intriga ou uma grande coalizão contra um grande reino inimigo/peste/ catastrofe/ etc, ou varios reinos rivais, podemos ter varios reis.

Agora se você quiser algo mais local, talvez alguem ser conselheiro seja melhor, porque dai o numero de interesses conflitantes pode ser menor. Se não forem menores vai ser mais facil eles sairem no braço... se forem varios reinos(em varios conflitos) ou todos ficam quietos ou só alguns brigam ou teremos alianças e lados opostos na batalha(e provalvelmente alguem neutro).

Se você acha que vão sair no braço um com o outro, coloque todos em um reino com cargos menores e um objetivo em comum os unindo. Se eles forem usar a diplomacia e causar varias reviravoltas acho que fica interessante varios reinos. Mas claro isso é um ponto de vista, talvez você pode prefira fazer justamente o oposto(ou algo diferente apenas).
Fui claro? :o Wink

_________________
Rubens O Grande Arquimago!!!
avatar
Arquimago
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 767
Data de inscrição : 02/02/2009
Idade : 29
Localização : Jaú - São Paulo

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por ShiroiOkami em Qui Fev 19, 2009 7:42 pm

Eu me diverti apesar de não ter entendido algumas coisas!! ^^
Legal esse podcast!!! ^^v
avatar
ShiroiOkami
Civil
Civil

Mensagens : 3
Data de inscrição : 19/02/2009
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Irish-Devil em Qui Fev 19, 2009 8:09 pm

ferxnomath escreveu:E Rodolfo, onde você pegou sua versão do Birthright?

Desculpe mas já não me lembro pois, foi a uns 3 ou 4 anos.

Ainda assim, a versão da biryhrigth.net é bem mais trabalhada e balanceada, além de ser 3.5 e não 3.0.
avatar
Irish-Devil
Recruta
Recruta

Mensagens : 41
Data de inscrição : 18/01/2009
Idade : 39

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Taz Neto em Sab Fev 28, 2009 4:08 am

Digo como jogador de uma sessão de Birthright: O jogo é Fera, mto diferente do d&d, mas ao mesmo tempo próximo o suficiente para não causar tanto estranhamento, e concordo com o Netão a respeito de parecer storytelling... Desculpa Rodolfo... Very Happy
avatar
Taz Neto
Recruta
Recruta

Mensagens : 33
Data de inscrição : 03/02/2009
Idade : 38
Localização : Ribeirão Preto - SP

Ver perfil do usuário http://www.bardocast.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Lauriston em Sab Fev 28, 2009 8:55 am

Na verdade é tudo muito relativo. Essencialmente ele parece realmente Storyteller, mas o DM e os jogadores tem como aclimatar o jogo de inúmeras maneiras reforçando um ou outro aspecto. Acho que seria muito legal dar as jogadores a oportunidade de serem lideres de grupos, quaisquer que sejam, desde que possuam influência reconhecida na comunidade. Este tipo de cenário também seria satisfatório para jogadores que mestram com certa frequência pois estariam acostumados a reagir a ações próprias e de outros personagens que estivessem sob sua guarda, como se fossem NPC's.
avatar
Lauriston
Recruta
Recruta

Mensagens : 39
Data de inscrição : 30/01/2009
Idade : 39
Localização : Maranguape

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Shogun em Sab Fev 28, 2009 10:26 am

Como sempre adorei o Podcast, me fez lembrar um jogo que jogava no snes. Romance of the Three Kingdoms IV – Wall of Fire. Como ele mesmo diz, é um simulador histórico do período de guerras na china.

Nele você comanda um reino e tem que realizar comércio, treinar exércitos invadir reinos vizinhos e fazer aliança.

Fiquei com tanta saudade, que até fui jogar novamente.
avatar
Shogun
Tenente
Tenente

Mensagens : 390
Data de inscrição : 12/02/2009
Idade : 35
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por DM Rafael em Qua Mar 04, 2009 11:27 pm

Hoje eu ouvi novamente o episódio então amanhã devo postar comentários sérios. Mas enquanto isso, vai ai um link pro Netão: possíveis origens da expressão my two cents.

http://en.wikipedia.org/wiki/My_two_cents_(idiom)

PS: aparentemente o link do endereço está saindo incompleto. Mas é só copiar e colar o endereço que coloquei ai
avatar
DM Rafael
Comandante
Comandante

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 14/02/2009
Idade : 36
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Qui Mar 05, 2009 7:22 am

DM Rafael escreveu:http://en.wikipedia.org/wiki/My_two_cents_(idiom)

PS: aparentemente o link do endereço está saindo incompleto. Mas é só copiar e colar o endereço que coloquei ai
É por causa dos parênteses. O forumeiros pára com o link nos parênteses. E isso não se resolve nem se colocando o link sobre um texto, com acabei de tentar.

Interessante a provável origem da frase. Sempre digo que a busca da origem expressões idiomática e de palavras é feita num terreno árido, mas o(s) autor(es) do verbete na Wikipédia fizeram um bom trabalho na produção do artigo, tanto no modo como organizaram o raciocínio como na separação dos variados graus de especulação. Normalmente não se dá para confiar na Wikipédia, mas sua versão em inglês costuma ser, no mínimo, verossímil, e tem muitíssimo mais conteúdo que a versão em português.

E também foi legal ver que andamos usando a frase de modo incorreto.

Para quem gosta desse tipo de escavação lingüística (oi, trema. Tudo bem?), recomendo também estes dois websites :
• The Phrase Finder
• Expressões Idiomáticas (do inglês e do francês)

Não são completos, mas devem entreter na maioria das vezes.


Última edição por cimmerian em Qui Mar 05, 2009 7:22 am, editado 1 vez(es) (Razão : correção gramatical)

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Allian em Qui Mar 05, 2009 12:31 pm

eu acho que essa arte de desenterrar o sentido de uma expressão algo extremamente útil por um simples ponto: você nunca mais esquece. tem muitas expressões que eu já incorporei no meu modo de falar inglês pelo simples motivo de que fica mais fácil usa-la depois de se entender de onde veio. só saber o que quer dizer nem sempre grava tanto na mente como saber o porque do sentido.

sem contar os phrasal verbs que eu sempre me embananava, mais já to pegando o feeling do negocio =P
avatar
Allian
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 868
Data de inscrição : 20/01/2009
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Okami em Qui Mar 26, 2009 11:24 pm

Fala pessoal!

Então, ressuscitando este tópico aqui, vou anunciar um playtest que meu grupo vai fazer e gostaria dos comentários de vocês, cidadãos experientes no hobby, talvez para descobrirmos ainda outras novas maneiras de se jogar uma sessão.

O Playtest é o seguinte: um mestre, dois jogadores. Dois reinos supostamente aliados e algumas intrigas, tudo com regras de Birthright mesmo, mas o cenário homemade. O legal é que faremos um crossover com uma outra sessão, de D&D4e, onde os players (vários) receberão quests concedidas por mim e pelo meu amigo, o rei do outro reino, sabendo que elas vêm do reino (ou não) mas não sabendo que nós é que as mandamos. Claro, o resultado das quests deles vai influenciar na nossa sessão, e vice versa.

Fato interessante: numa dessas sessões nós (os Reis) apareceremos pra surpreender os jogadores com novas informações.

Alguém aqui ja fez algo assim? Se sim, como foi?

Até outros posts!
avatar
Okami
Recruta
Recruta

Mensagens : 34
Data de inscrição : 08/03/2009
Idade : 28

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Allian em Sex Mar 27, 2009 12:05 am

sempre que eu acho que o assunto acabou vem alguem com uma perola. por favor, assim que fizer isso, conte aqui como foi!!
avatar
Allian
Tenente-Comandante
Tenente-Comandante

Mensagens : 868
Data de inscrição : 20/01/2009
Idade : 28
Localização : São Paulo - SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Marcelo Dior em Sex Mar 27, 2009 12:09 am

Realmente, parece interessante.

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 37
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Sessão 17: Birthright

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum