NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Ir em baixo

NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tio Nitro em Sab Mar 06, 2010 7:02 am

No Episódio 13 do Nitrocast eu trago algumas dicas de interpretação de personagens Clérigos, para Mestres e Jogadores.


NitroCast 13 - A Alma do Clérigo: Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores!


* Introdução

* O Clérigo não é só a Santa Casa da Misericórdia para os demais heróis

* O Clérigo oferece muitas possibilidades de narrativa e de interpretação

* O clérigo já carrega um drama dentro do personagem

* O Conflito entre o Espiritual versus o Material

* Conflito gera narrativa,drama e interpretação

* Origens do Clérigo no Dungeons and Dragons de 1974

* No começo não havia o Paladino, o Clérigo era uma espécie de soldado devotado a uma ordem sagrada

* O clérigo ficava entre o mago e o guerreiro

* Com a entrada do paladino no suplemento Greyhawk, os clérigos ficaram parecidos com os padres lutadores do começo da Idade Média

* Os Clérigos inicialmente não podiam usar armas que derramassem sangue, inspirados nos Dictum das primeiras cruzadas

* Percival e Roland inspiraram os Paladinos

* O clérigo foi evoluindo e variando de acordo com a divindade que seguem

* Ordens Militares Religiosas das Cruzadas também foram as bases dos clérigos

* As ordens militares religiosas cuidavam de doentes também.

* Um clérigo que ia para o combate fazia votos (celibato,pobreza,etc.) ao entrar em uma ordem militar religiosa.

* As Ordens Militares colhiam impostos dos demais lordes, em nome de Deus.

* Filhos de Lordes disputavam posições nessas ordens militares religiosas para aumentar o status de sua família perante a Igreja (idéia para personagens!)

* A igreja de um personagem clérigo tem prioridade número um em sua vida.

* O personagem clérigo representa a sua instituição em qualquer lugar que vá.

* O personagmem deve seguir todas as suas obrigações espirituais.

* A Causa Sagrada: parte importante de um personagem clérigo

* Agir sempre de acordo com um preceito de seu deus.

* Pensar em qual é a causa do personagem clérigo, qual é a relação entre a instituição que ele representa (a igreja) e o mundo mundano.

* As origens de um personagem clérigo.

* O que ele aprendeu antes de ser clérigo.

* Como é a vida de um personagem clérigo em um mundo medieval.

* Origem pode ser humilde ou rica: idéia pesquisar a vida dos santos católicos, da Joana D'Arc.

* Vida de São Francisco, tem santos que eram ricos que tem uma visão divina e largam tudo para se dedicar a vida religiosa.

* Estrutura básica: um personagem tem uma vida normal e depois de um evento importante, ela larga essa vida comum.

* Eventos importantes: uma visão divina, quase morrer por algo e depois de ser salvo por um milagre ela atribui sua salvação a um deus.

* Pode também fazer um clérigo cínico, que entrou em uma ordem religiosa apenas para ganhar status e dinheiro, pode alternar em acreditar ou não no deus.

* Dependendo do deus que o personagem segue, o jogador pode se inspirar no Deus para bolar o encontro entre o personagem e o sagrado. Exemplos: Deus da Morte Kelenvor.

* Exemplo, Deusa da Beleza Sune e a origem de um personagem clérigo.

* Explicar com a personalidade do personagem como é sua ligação com o seu deus

* A visão de mundo do personagem clérigo é bem diferente dos personagens mais mundanos.

* As crenças de um personagem clérigo influenciam o modo como ele enxerga o mundo, exemplo, os Clérigos de Sune, a Deusa da Beleza de Forgotten.

* A abordagem da visão de mundo religiosa pode ser madura ou fanática de acordo com o personagem.

* Exemplo de um Deus da Luz radical, que vê o mundo como um conflito direto entre o bem e o mal, sem meio-termo.

* Exemplo Deus da Trapaça, Deus das Mentiras Cyric de Forgotten Realms.

* A Recompensa do Além-Vida.

* A maioria dos clérigos seguem seus deuses pela recompensa que terão depois da morte.

* O jogador deve criar a recompensa do além-vida para o seu personagem clérigo, isso influenciará a sua personalidade e ações.

* O mestre deve pedira para o jogador elaborar os detalhes da religiâo do seu personagem clérigo, isso aumenta o interesse do jogador no jogo!

* Cada Deus tem promessas (poder, vida eterna, beleza, dinheiro, etc.) que ele faz para seus seguidores, as vantagens de se seguir um determinado Deus.

* Os planos dos Deuses.

* A evangelização ou a expansão da crença do deus do personagem clérigo.

* O personagem tem interesse em expandir a sua crença? Colocar frases de sua religião no meio das interações do RPG. exemplos.

* Exemplo Clérigo de Lathander e seu livrinho de preceitos.

* O Bão do RPG é interpretar personagens,véio!

* Outra pergunta: qual é a relação do personagem clérigo com os seguidores de outras religiões?

* Um clérigo de uma religião é como se participasse ou torcesse para um time de futebol! Smile

* Intolerância e crença religiosa.

* As obrigações religiosas de um personagem clérigo.

* Escrever os deveres da religião que ele segue.

* Mestre deve recompensar o jogador que segue seu personagem muitas vezes em detrimento ao grupo.

* O jogador pode escrever os votos, os deveres do seu personagem, o que pode ser oportunidades de drama e interpretação.

* A relação entre o personagem clérigo e os demais membros de sua igreja, qual é a sua posição na hierarquia de sua igreja, as interpretações diferentes, se existem disputas dentro da igreja, etc.

* Exemplo: Culto de Sune e os grupos divergentes internos.

* O jogador pode bolar a hierarquia dentro da Igreja de seus Deus.

* Os votos de Silêncio e os Votos de Fala.

* Quais são as obrigações do Noviço, etc.

* Os clérigos também podem ter iniciações, ter que participar de seminários, pensar em como foi a experiência do seminário.

* O trauma da separação de sua família, que tipo de mestres ele teve ou têm dentro da Igreja que pertence.

* Uma das causas do personagem pode ser renovar a sua própria igreja.

* A crise sagrada: o conflito de fé de um personagem clérigo.

* Em um ponto da aventura o clérigo pode duvidar de sua fé e de sua visão de mundo.

* O Deus de um personagem é é uma base, um tema da visão de mundo do clérigo.

* Dicas de como trabalhar uma crise de fé em uma campanha.

* Dicas para os Mestres: teste a fé dos clérigos, mas premie se eles respeitarem OU quebrarem os votos, desde que isso deixe a história mais legal!

* Exemplos de Testes de Fé.

* A melhor interpretação é aquela que acrescenta algo doidimais para a história sendo criada coletivamente e interativamente.

* Exemplo de prêmoios: pontos narrativos, ação, XP, etc.

* Um clérigo que quebra seus votos pode acrescentar muito para a narrativa, gerando drama, oportunidades de interpretação, etc.

* Dicas de filmes para inspirar personagens clérigos.

* Filme: O Nome da Rosa, com um monge franciscano detetive, organização da igreja medieval, inquisição, dramas religiosos, etc.

* Filme: Joana D'Arc do Luc Bresson, com a Mila Jojovich, personagem que segue visões, guerreiro, sofre pela fé, tem sua fé testada, etc.

* Filme: O Irmão Sol, Irmã Lua , a história de São Francisco.

* Filme: O Pequeno Buda, para personagens clérigos com inspiração mais oriental, iluminação, busca espiritual, revelação, etc.

* Filme: Kundum, a história do Dalai Lama, o reconhecimento espiritual desde pequeno, personagens clérigos que podem ser a reencarnação de um grande líder religioso.

* FIlme: Madre Teresa de Calcutá

* Filme: Gandhi fé e luta política;

* Filme: Rei David com Richard Gere, guerra, visões, profecias, fé, etc.

* Filmes sobre as Cruzadas.

* Filme Duna; história messiânica, narrativa de visões, profecias sendo realizadas, iniciação, causa religiosa, revolução com base na fé, etc.

* Encerramento

______________________________________

Download – NitroCast 13


Escute Online


______________________________________

Fórum do NitroCast:


Fórum TPK Brasil (Total Podcast Kill)

______________________________________

Assine o NitroCast (Feeds of RSS do Podcast – Meevio)


Você pode baixar os episódios ou assinar, usando programas como o Itunes da Apple.

Tutorial Animado de como assinar Podcasts usando o Itunes.

Via Itunes – itpc://mevio.com/feeds/newtonrocha.xml

Via RSS – http://mevio.com/feeds/newtonrocha.xml

Escute Online


http://newtonrocha.mevio.com/

HD Online com todos os Nitrocast (4Shared)


4shared.com/dir/9353384/18b6cd28/05-_NitroCast_-_Podcast_de_RPG.html

____________________________

Contato


avatar
Tio Nitro
Almirante de Esquadra (Moderador)
Almirante de Esquadra (Moderador)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 10/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tio Ork em Sab Mar 06, 2010 8:44 am

Nas antigas edições o clerigo era meu personagem preferido. Passei os ultimos anos jogando com tantas variações de clérigo que nem me lembro como joga com outra classe!

Estou baixando o episódio para conferir. Gosto dessa série do podcast do Tio Nitro, sobre as classes! Logo posto as minhas impressões e comentários sobre esse episódio.
avatar
Tio Ork
Subtenente
Subtenente

Mensagens : 140
Data de inscrição : 22/01/2010
Idade : 33
Localização : Cuiabá

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por DM Rafael em Sab Mar 06, 2010 9:03 am

Terminei de ouvir. Sempre fui fã das classes divinas (já falei que fui coroinha?), mas sempre curti o clérigo porque ele tinha um pouco de porradeiro, um tanto de magia e muito de plot pro jogo.

Gostei bastante do episódio, e curto todas as referências que o Tio Nitro citou ao final do episódio. Sobre Joana D´arc, tem um outro filme muito legal, com uma versão menos louca que do Luc Besson (que eu curto muito, alias).

_________________
Tenente-Comandante Tolkien
Errata do SW Saga e Monstros do Mundo Real diagramada em 21x21cm.
Dungeon Tiles Mapper 2.0 versão melhorada do programa disponibilizado pela Wizards
Mais Tiles! Halls of the Giant Kings e o Galaxy Tiles
avatar
DM Rafael
Comandante
Comandante

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 14/02/2009
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tio Nitro em Sab Mar 06, 2010 9:21 am

Valeu DM Rafael! Smile
avatar
Tio Nitro
Almirante de Esquadra (Moderador)
Almirante de Esquadra (Moderador)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 10/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por DM Rafael em Sab Mar 06, 2010 9:30 am

Que doido! Reparei que você colocou todo o descritivo do episódio como legenda. #comofaz?

_________________
Tenente-Comandante Tolkien
Errata do SW Saga e Monstros do Mundo Real diagramada em 21x21cm.
Dungeon Tiles Mapper 2.0 versão melhorada do programa disponibilizado pela Wizards
Mais Tiles! Halls of the Giant Kings e o Galaxy Tiles
avatar
DM Rafael
Comandante
Comandante

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 14/02/2009
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tio Nitro em Sab Mar 06, 2010 10:34 am

Você tem que usar o Itunes, clicar no MP3, clicar em Get info (meu itunes é em Inglês) e ir no Lyrics, e colocar o texto lá!
avatar
Tio Nitro
Almirante de Esquadra (Moderador)
Almirante de Esquadra (Moderador)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 10/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tabris em Sab Mar 06, 2010 9:56 pm

Ae está minha classe favorita.

Algo q eu reparei tanto nesse podcast como no post do DM Rafael é a associação do clérigo com os padres e monges cristãos.

Eu acho isso interessante pq mostra a dificuldade da gigantesca maioria de jogadores de formação abraâmica (cristãos, judeus ou muçulmanos) em ver o papel do sacerdote em um panteão como o de D&D.

Acho q a muito tempo atrás, ainda quando os primeiros livros de fantasia eram escritos alguem notou que era muito fácil tornar tudo mais fantástico se o mundo fosse politeísta. Isso é interessante tanto em dar diversidade ao mundo sem ter que criar diversas cosmologias como ao lembrar das antigas religiões da Grécia, Roma, Egito e similares, mas tem uma desvantagem. A maior parte dos autores de RPG eram e ainda são de uma origem americana protestante e os clérigos deles tem essa cara, parece que toda vez q eu vejo um texto, artigo ou algo assim sobre um clérigo a moral cristã é o padrão, mesmo que ninguém repare.

Note 99% dos exemplos do Tio Nitro vieram de fontes cristãs, simplesmente pq essa é a base religiosa que ele tem. Agora pense que um clérigo de Tymora, Shaundakul ou Uthgar pouco tem haver com essas bases religiosas. Suas religiões tem pouquissima hierarquia e estrutura, seus dogmas são poucos bem definidos e mudam muito de lugar para lugar. Claro, existe uma união entre os clérigos e eles se ajudam mutuamente, mas eu como uma pessoa que tem uma formação religiosa muito mais voltada para ocultismo e uma imaginario mais ligado a religiões antigas não vejo como padrão toda essa questão de fazer doações, orar todo dia, fazer votos e etc, essas são questões mais ligadas a religiões mais dogmaticas e rigidas, como as mais populares no mundo real mas que na minha opinião não são a totalidade das regiões de fantasia.

O que piora mais é que o sacerdote pré-cristão não aparece muito nas lendas e mitos que influenciaram o RPG, ou até mesmo nas histórias ligadas ao RPG. Vale lembrar tb que essa diferenciação entre magia divina e arcana tb é um conceito muito cristão e não existia em religiões mais antigas.

Dando agora um exemplo de um MMORPG com interpretação que eu joguei. Eu tinha um personagem que era um clérigo de uma deusa que definiria como LN (sendo o personagem LB). Ela era a deusa do sangue, da lei, da guerra, do governo e realeza do reino onde ele vivia. Para ele beber não era problema; fazer sexo, com quem fosse e como fosse, também; ele era sanguinário sem deixar de ser honrado; usava apenas armas de corte (numa inversão da regra clássica do AD&D, já que qualquer sangue derramado é um sacrifício a sua divindade.) e era famoso por se banhar e beber o sangue dos inimigos. Apesar de tudo isso ele sempre foi adorado entre os jogadores como um dos personagens mais bem interpretados e é até hoje meu personagem favorito de todos os tempos. Ninguem nunca pensou que ele não fosse bom, afinal ele estava sempre pronto a ajudar e a proteger chegando ao ponto de uma vez derramar seu sangue no altar para jurar que libertaria uma maga que ficou presa em outro plano por sua recusa em confiar na índole dela.
avatar
Tabris
Subtenente
Subtenente

Mensagens : 192
Data de inscrição : 08/10/2009
Idade : 31
Localização : Duque de Caxias, RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por DM Rafael em Sab Mar 06, 2010 10:10 pm

Curioso, não vejo essa dificuldade nos jogadores de classes divinas. Na verdade, é muito mais fácil pensar num panteísta do que num monge cristão ou um rabino judaico.

Mas acho que a questão toda é que os sacerdotes cruzados foram a primeira força militar eclesiástica. Sempre houveram os devotos religiosos e combatentes, tais como os zelotas judáicos, mas até onde sei, não havia sacerdotes entre eles.

Mas discordo sobre seu comentário dos exemplos do Tio Nitro, ele citou o Dalai Lama, o Ghandi, e até o Paul Atreides Cool

E falando em filmes, hoje fui numa Loja Americana e achei o DVD da Joana D´Arc que comentei acima e um DVD estendido do Duna (a versão com o Sting). Acabei comprando só o da Joana, mas tô afim de comprar esse outro também.

_________________
Tenente-Comandante Tolkien
Errata do SW Saga e Monstros do Mundo Real diagramada em 21x21cm.
Dungeon Tiles Mapper 2.0 versão melhorada do programa disponibilizado pela Wizards
Mais Tiles! Halls of the Giant Kings e o Galaxy Tiles
avatar
DM Rafael
Comandante
Comandante

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 14/02/2009
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tabris em Sab Mar 06, 2010 10:37 pm

Mesmo assim essas religiões pouco tem haver com as de D&D (tirando talvez o Paul Atreides).

Não é uma questão de dificuldade, é uma questão d ver de outro jeito, de se focar no cristianismo e em noções cristãs mesmo quando a divindade pouco tem haver com isso. Alguns jogadores fazem isso muito bem, mas a verdade é que para o bem ou para omal é um território novo para quase todos os jogadores.

Outra questão interessante é como o clérigo não é um sacerdote simplesmente, ele é um guerreiro eclesiástico. Eu sinto falta desse nicho em D&D e outros sistemas, de um verdadeiro equivalente divino do mago, que não usa armadura ou usa armadura leve e fica atrás nas batalhas. Eu n sei se tem algo assim em 4e pq n jogo, mas na 3e e Pathfinder eu tive que me voltar ao Cloistered Cleric do Unearthed Arcana e ao Sage da Kobold Quarterly 12 respectivamente pq eu tenho dificuldade em imaginar que todos os religiosos dos meus mundos de campanha sabem usar armadura pesada e lutar com armas.

Mas lembrando que RPG e religião são assuntos que muito me interessam e gosto de discutir, por isso é inevitável eu falar bastante quando o assunto é o clérigo.

EDIT: Outra coisa interessante é que Dalai Lama não é um clérigo tradicional, pq ele não é devoto de nenhuma divindade (O budismo prega que não se deve adorar nenhuma divindade) e o Gandhi não é uma figura religiosa, ele é ironicamente sagrado e espiritualizado sem estar muito atrelado a qualquer religião. Acho que o Gandhi está ligado a noções de bondade e pureza que são quase universais, sem contar com a absurda devoção a causa dele.
avatar
Tabris
Subtenente
Subtenente

Mensagens : 192
Data de inscrição : 08/10/2009
Idade : 31
Localização : Duque de Caxias, RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por DM Rafael em Dom Mar 07, 2010 7:02 am

No AD&D um clérigo poderia ter poder mesmo não adorando uma divindade, podendo ser apenas uma filosofia. Sempre achei isso duca. E acho que no Deities & Demigods da 3.0 eles sugerem ser possível algo assim, escolhendo os domínios de acordo com o alinhamento.

Sobre a o D&D4, existe o conceito das fontes de poder. Em teoria, cada fonte de poder (marcial, arcano, divino, primal, etc) tode ter classes com qualquer papel (defensor, agressor, controlador, líder).

O clérigo é um líder, um cada de frente e que auxilia seus aliados. O mago é controlador, mais frágil mas com a capacidade de afetar vários inimigos ao mesmo tempo ou causar efeitos prejudiciais. O equivalente divino do mago é um Invoker (invocador?) que é um cara que tem dentro de si parte da centelha divina.

_________________
Tenente-Comandante Tolkien
Errata do SW Saga e Monstros do Mundo Real diagramada em 21x21cm.
Dungeon Tiles Mapper 2.0 versão melhorada do programa disponibilizado pela Wizards
Mais Tiles! Halls of the Giant Kings e o Galaxy Tiles
avatar
DM Rafael
Comandante
Comandante

Mensagens : 1604
Data de inscrição : 14/02/2009
Idade : 38
Localização : Rio de Janeiro - RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tio Nitro em Dom Mar 07, 2010 3:26 pm

Obrigado pelos comentários pessoal!

Vocês me deram uma ótima idéia, da interpretação de personagens religiosos que não seguem o formato medieval tradicional, ótima idéia para um podcast! Smile

Um abraço!
avatar
Tio Nitro
Almirante de Esquadra (Moderador)
Almirante de Esquadra (Moderador)

Mensagens : 101
Data de inscrição : 10/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Tabris em Seg Mar 08, 2010 6:56 am

DM Rafael escreveu:No AD&D um clérigo poderia ter poder mesmo não adorando uma divindade, podendo ser apenas uma filosofia. Sempre achei isso duca. E acho que no Deities & Demigods da 3.0 eles sugerem ser possível algo assim, escolhendo os domínios de acordo com o alinhamento.

Sobre a o D&D4, existe o conceito das fontes de poder. Em teoria, cada fonte de poder (marcial, arcano, divino, primal, etc) tode ter classes com qualquer papel (defensor, agressor, controlador, líder).

O clérigo é um líder, um cada de frente e que auxilia seus aliados. O mago é controlador, mais frágil mas com a capacidade de afetar vários inimigos ao mesmo tempo ou causar efeitos prejudiciais. O equivalente divino do mago é um Invoker (invocador?) que é um cara que tem dentro de si parte da centelha divina.
Isso q vc disse sobre fontes de poder se manteve até a 3e sim, é uma opção no livro básico. Em Eberron existem ainda clérigos que adoram panteões ou conjuntos de deuses, já que a forma de ver religião em Eberron é bem diferente.

Quanto ao Invoker. Eu acho a idéia dele interessante, embora ele não seja exatamente um clérigo no sentido de que ocupa outra role, o controller (que é + ou - equivalente a role que de 3.5 que o povo do 3.5 Private Sanctuary chama de Arcanist).
avatar
Tabris
Subtenente
Subtenente

Mensagens : 192
Data de inscrição : 08/10/2009
Idade : 31
Localização : Duque de Caxias, RJ

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por louiedx2 em Dom Mar 14, 2010 10:45 am

Eu sempre adorei o clérigo, mesmo antes de começar a jogar RPG efetivamente. A imagem daquele cara cheio de armadura e um escudão do Livro do Jogador de AD&D me ganhou na hora, até hoje é minha classe favorita.

Mas esse episódio me fez em muita coisa que nunca tinha passado pela minha cabeça, tipo o lance da vida após a morte, dos dogmas e crenças.

Numa campanha que estou jogando com um Gnomo "trapaceiro arcano", tem um anão clérigo de PELOR, que é só um guerreiro com poderes de cura, de clérigo não tem nada.

Abraços
avatar
louiedx2
Civil
Civil

Mensagens : 1
Data de inscrição : 14/10/2009
Idade : 29
Localização : Campinas-SP

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por diMachiavelli em Ter Mar 16, 2010 4:59 pm

Olá gente,
Falaí Nitro,

Bom, sei que já sai outro Nitrocast, mas não consegui escutar antes. Mas vamos aos meus pontos, peço a gentileza de avaliarem:

1 - Pelo que entendi do podcast, há uma grande tendência (em RPGs mais realistas e no D&D) de os clerigos serem parte de uma instituição maior, certo? Perfeitamente lógico em RPGs realistas, mas e no D&D? Eu, particularmente imagino que se possa usar como exemplo a adoração pagã na Grécia, Roma (pré-cristianismo) e oriente, onde a adoração dependia de cada família ou vila e não necessariamente de ordens clericais (logicamente há excessões). O que acham? Sugestões de como se poderia tratar essa adoração?

2 - No caso da relação Clérigo x Paladino acho que há um tangenciamento de conceitos. Paadinos, em D&D 3.5, aderiam a esta classe através do "The Calling" (juro que foi a única vez que consegui jogar com esta classe, ficou muito animal isso!! Atualmente acho uma corruptela co conceito original colocá-los como guerreiros de deuses). Já o Clérigo pode ser considerado como possuidor de uma "vocação" para a servitude monástica/ divina. Partindo desse pressuposto;
2.1 - Como se dariam as diferenças entre ambos?
2.2 - Em D&D 4a. Edição Paladinos servem à Deuses e não ao conceito de Justiça e probidade da edição anterior. Como separar ambos, haja vista que atualmente há a "filiação" a deuses? E se institucionalizarmos as ordens religiosas em D&D? Que tipos de cenários poderíamos ter, tanto para Paladinos quanto para clérigos?

Grato pela atenção.


Última edição por diMachiavelli em Qua Mar 17, 2010 12:47 pm, editado 1 vez(es) (Razão : Complementação)
avatar
diMachiavelli
Recruta
Recruta

Mensagens : 32
Data de inscrição : 18/10/2009
Localização : Jundiaí

Ver perfil do usuário http://engenheirosdosonhos.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Verlix em Qui Mar 25, 2010 10:30 am

opa!
(eu n passei no corretor ortografico então relevem a ortografia ^^ )
então quanto aos clerigos politeistas, eu sempre percebi mesmo uma forte tendencia cristã, não que isso seja um problema, porque é quase impossivel interpretar no RPG um personagem completamente diferente do jogador, acontece que o cristianis esta tão profundamente enrraizado na grande maioria das pessoas que muitos nem percebem isso.

mais um ótimo exemplo de clérigo pagão seria o Druida (por favor não me escaupelem... ok? eu sou jogador e não mestre de D&D n li o guia do druida nem o guia domestre nem nada do tipo tah? )
o druida controla uma magia divina muito diferente da do clérigo, me parece uma energia divina do proprio plano, como se o plano fosse uma deidade. (me corrija tio Nitro mais acho que até em Dark Sun tem druidas neh?) o proprio planeta da energia e poder ao druida e este retribui protegendo e ajudando o planeta, é claro que um clerigo de Nerul (é assim que escreve o nome do deus da morte lah?) seria muito diferente e talves até aja como uma sombre do cristianismo, uma espécie de contra parte um espelho corrompido sei la....
eu acho que depende completamente da visão que o jogador tem do deus que o clérigo adora.
e quanto as organisações sim a maioria das religiões pré cristãs tinha uma organisação multifocal, centralisada em micro polos mesmo, mais mesmo assim, haviam lugares de poder, que eram "dirigidos" por uma organisação muitas veses profundamente hierarquica

mesmo as organisações mais caóticas tem algum tipo de "organisação" mesmo que seja um direcionamento do caos

Verlix
Civil
Civil

Mensagens : 2
Data de inscrição : 15/03/2010
Idade : 36
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://culturanerd-amj.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Verlix em Qui Mar 25, 2010 10:35 am

em meu nome n é Verlix.... meu nome é Nehru...

Verlix
Civil
Civil

Mensagens : 2
Data de inscrição : 15/03/2010
Idade : 36
Localização : Curitiba

Ver perfil do usuário http://culturanerd-amj.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: NitroCast 13 – A Alma do Clérigo : Dicas de Interpretação para Mestres e Jogadores de RPG!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum