Podcast RPG-Planet #11 - Viagem no Tempo

Ir em baixo

Podcast RPG-Planet #11 - Viagem no Tempo

Mensagem por Marcelo Dior em Qui Jan 14, 2010 2:36 pm

De fato, a qualidade técnica do podcast está em outro nível agora, muito boa. E, depois de onze episódios, vocês estão muito mais à vontade — já estavam bem à vontade nos primeiros episódios, mas agora estão mais ainda.

As mudanças deixaram o podcast bem organizado agora (apesar de parecer que há uma hélice girando ao fundo)... só está faltando shownotes!



Feed: não precisa copiar e colar. Vocês usam o FeedBurner, que dá um link na página do feed para adicionar o podcast automaticamente no iTunes. Se você já adicionou alguns podcasts que também usam o FeedBurner, a página do feed nem te dá mais várias opções, ao invés já exibe um retângulo vermelho enorme escrito "Subscribe with iTunes" de branco.



O formato do livro grandão do GURPS é coisa da Devir, supostamente para evitar fotocópias, o meio mais comum de pirataria na época do dado lascado. Os livros da SJ Games nos EUA têm o formato "normal". E esse livro tem um cenário muito divertido de se jogar, em que duas organizações extra-temporais, a Relógio e a Cronômetro, enfrentam-se através do tempo, cada uma enviando agentes para alterar o futuro de acordo com a realidade em que cada organização existe — um tipo de campanha que mistura viagem temporal e viagem dimensional.



Exemplos bacanas de viagem no tempo que me lembrei enquanto ouvia este episódio: ao final do filme «Bill & Ted - Dois Loucos no Tempo», os protagonistas têm que se apresentar num show de rock; viajam no tempo e ficam um ano numa ilha deserta praticando, voltando ao presente poucos instantes depois deterem partido.

No conto «A Sound of Thunder» (não sei se foi publicado em Português), de Ray Bradbury, uma empresa promove a viagem no tempo para a era dos dinossauros, para as pessoas poderem fazer um tipo de safari extremo e poderem abater alguns animais. Uma enorme série de precauções é usada para evitar qualquer mudança do continuum temporal (não vou explicar aqui). O plot se desenvolve porque um dos caçadores sai do caminho demarcado e pisa numa borboleta. Ao voltarem ao presente, o mundo está de ponta-cabeça — um belo exemplo da Teoria do Caos numa história de viagem no tempo.



A reclamação sobre o rebuscado do Português da Devir denuncia que vocês não cursaram faculdade de Humanas...

Agora, vou catar piolhos:

A frase de Isaac Asimov que o Gonzaguinha tentou citar é "Any sufficiently advanced technology is indistinguishable from magic". Asimov citou isso não nu contexto de realidade, mas no âmbito da escrita da ficção científica.

A frase "o bater de asas de uma borboleta no Brasil pode provocar um tornado no Texas?" é o título do artigo do matemático Edward Lorenz que explica a Teoria do Caos. Daí a expressão Efeito Borboleta.

Algumas pessoas de fato gastam pequenas fortunas com empresas reais que usam a tecnologia da criogenia para um serviço/tecnologia chamado "criônica", que é o ato de congelar animais e pessoas para que suas doenças sejam curadas no futuro, e elas sejam descongeladas. Não se sabe se a criogenia pode preservar com sucesso tecidos complexos como neurônios por longos períodos de tempo (é uma técnica bem-sucedida para a preservação de órgãos e esperma, por exemplo). Para quem se interessar, algumas empresas que realizam esse serviço são Suspended Animation Inc., Alcor, Cryonics Institute (americanas) e KrioRus (russa). Para quem estiver preocupado com os enormes custos do processo, algumas dessas empresas têm um pacote "econômico" que preserva só sua cabeça...

_________________
Blogs de Dungeons & Dragons 4e em Português! Assine o feed.
avatar
Marcelo Dior
Comandante
Comandante

Mensagens : 1691
Data de inscrição : 17/01/2009
Idade : 38
Localização : Ribeirão Preto (SP)

Ver perfil do usuário http://marcelodior.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum